Bloco debate futuro da água

pub

A candidatura do Bloco de Esquerda (BE) pelo Algarve reuniu, na sexta-feira, com a Plataforma Água Sustentável. Na reunião foram debatidos vários estudos que dão conta da degradação dos recursos aquíferos da região, do nível das barragens e dos índices  pluviométricos.

Em comunicado, o Bloco adianta que “a recarga insuficiente, contaminação e intrusão salina dos aquíferos é um dos fenómenos mais preocupantes para o ambiente, a qualidade de vida e o futuro da economia do Algarve”.

Os dados existentes “confirmam que esta degradação decorre diretamente da cada vez maior prevalência da agricultura intensiva, que alastrou de forma descontrolada em toda a região e ameaça provocar uma catástrofe da água num futuro demasiado próximo”.

O BE assume a rejeição às propostas que estão a ser colocadas em cima da mesa e que “assentam num agravamento dos preços da água potável para as famílias, ao mesmo tempo que avultados investimentos públicos serão canalizados para financiar formas de agricultura insustentáveis. É o 
caso do Transvase do Guadiana e dos projetos de Dessalinização. Estes projetos colocariam os cidadãos a pagar duas vezes as consequências da 
agricultura intensiva: através de água para consumo mais cara e através do desvio de fundos públicos para a manutenção de uma agricultura insustentável em vez da sua transformação”.

LEIA TAMBÉM:

Duas mulheres feridas em acidente em Portimão

Oferta de emprego público

Lagoa é dos municípios do país com melhor desempenho financeiro

(Visited 27 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev