Loulé não autoriza que o seu heliporto seja usado para apoiar a prospecção de petróleo

Câmara Municipal de Loulé vai rejeitar o pedido de utilização do seu Heliporto Municipal para apoio à actividade de prospecção de gás e petróleo.

A autarquia anuncia, em comunicado, ter recebido um pedido da parte de um concessionário para que “autorize o estacionamento e operação de um helicóptero de evacuação médica e apoio a um navio plataforma estacionado ao largo da costa algarvia, a partir do Heliporto Municipal de Loulé, entre os próximos meses de Setembro e Outubro”.

Desde já, o município torna público que ” pretende emitir um parecer negativo”. Isto porque, justifica o presidente da Câmara, Vítor Aleixo, “Loulé não quer ver-se associado a nenhuma forma de colaboração com aquela actividade de prospecção”.

O autarca adianta que este indeferimento “vai ao encontro da decisão por unanimidade do Conselho Regional do Algarve, de 19 de Maio, de total oposição à prospecção e exploração de gás e petróleo no Algarve, em Terra ou no Mar” e também da da posição pública por si assumida de discordância relativamente à prospecção de hidrocarbonetos fósseis ao largo da costa algarvia, que considera ser “lesiva dos interesses da região e dos seus habitantes”.

Leia também:

As duras multas a que se sujeita quem anda na estrada

PSP de radar em punho em Junho

Subscreva a nossa Newsletter 

(Visited 130 times, 1 visits today)
pub
pub
pub

pub

pub
ViladoBispo_Banner_Fev

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.