Casos de PolíciaRegional

Cuidado com as burlas relacionadas com o aluguer de casas de férias

Partilhe a notícia
pub
pub
pub
pub
pub
pub
pub

A Guarda Nacional Republicana (GNR) registou, ao longo do ano passado, 143 burlas relacionadas com o aluguer de casas de férias, a maior parte das quais envolvendo o distrito de Faro.

A região algarvia aparece no topo da lista, com um total de 52 casos, seguindo-se Braga e Aveiro (13, cada), Porto (11) e Leiria (10). A nível de concelhos algarvios, os mais visados foram os de Albufeira (25), Loulé (14) e Portimão (5).

Por regra, os burlões publicam anúncios de arrendamento de imóveis a preços apelativos, em sites da internet. Quando se deparam com uma oferta que lhes agrada, as potenciais vítimas  efectuam um contacto telefónico para um número que se encontra disponível no anúncio, recebendo a indicação de que depositem uma determinada verba, a título de sinal, sendo-lhes, para isso, facultado um número de identificação bancária (IBAN).

Quando, mais tarde, tentam contactar o suposto dono da casa para combinar os últimos detalhes, as vítimas recebem a indicação que o número de telefone deixou de estar de estar activo. Em muitos casos, até só descobrem ter sido enganadas quando chegam ao Algarve para iniciar o período de férias.

Com efeito, e de acordo com a GNR, a maior parte das situações são detectadas nos meses de Junho, Julho e Agosto.

Já este ano, e até dia 30 de Junho deste ano já foram denunciadas 20 situações de burla com o aluguer de casas de férias.

(Visited 278 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

EVENTOS NO ALGARVE