Intervenção na zona da Igreja Matriz de Portimão vai custar cerca de 750 mil euros

Arrancou esta Quarta-feira, em Portimão, a IV Semana da Reabilitação. A sessão inaugural teve como um dos temas principais a apresentação do  programa IFRRU 2020, ao qual podem concorrer todas as entidades públicas e privadas que pretendam reabilitar edifícios antigos situados em Áreas de Reabilitação Urbana (ARU).

Foi, também, apresentado o projecto que a Câmara de Portimão tem para a zona da Igreja Matriz, que vai exigir um investimento de cerca de 750 mil euros, e apresentada uma nova plataforma de mapas interactivos e de publicação de informação geográfica que permite alargar o conjunto de serviços de disponibilização e exploração de informação geográfica até aqui oferecidos pela autarquia.

Na sessão desta Quinta-feira, um dos destaques vai para o Jardim 1º de Dezembro, que está a ser alvo de uma intervenção, em especial para o conjunto de azulejos aí existentes, através da apresentação do respectivo plano de trabalhos de restauro.

Esta tarde, os trabalhos, que arrancam pelas 14h45, no Teatro Municipal de Portimão (TEMPO), incluem, também, um debate sobre “Reabilitação Urbana Inteligente e Sustentável”, desde logo com a apresentação de “Boas Práticas na Reabilitação das Construções” por parte do Eng. José Paulo Costa, da STAP– Reparação, Consolidação e Modificação de Estruturas, SA; e a importância da “Eficiência Energética na Reabilitação de Edifícios” pelo Eng. João Raposo da empresa local Âmago-Energia Inteligente, seguida da apresentação de “Materiais e Técnicas Construtivas no Diagnóstico e no Projecto” por parte de Carlos A. P. Martins, Professor de Engenharia Civil da Universidade do Algarve.

  Leia também:

Ofertas de emprego para o Algarve (11 de Abril)

Oferta de emprego para o Algarve (10 de Abril)

Pingo Doce realiza acção de recrutamento em Lagos

(Visited 212 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.