Fogo ameaça Monchique

(Notícia em permanente atualização)

23h17 – Continua a aumentar o número de meios humanos e de viaturas no terreno. De acordo com o site oficial da Proteção Civil, encontram-se, nesta altura, a combater as chamas 975 operacionais, apoiados por 287 viaturas. Nas próximas horas, o número de operacionais deverá ser superior a mil, uma vez que a Proteção Civil já anunciou haver mais meios humanos a caminho do Algarve.

23h08 – O Presidente da República, agora, em declarações à RTP 3, sobre o incêndio. Diz ter a expectativa que a situação melhore nas próximas horas. Regista o facto de ter havido uma grande capacidade de mobilização de meios para este incêndio.

23h00 – O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê uma descida de temperatura nos próximos dias. Em Monchique as previsões são que, esta segunda-feira, a temperatura mínima seja de 23º e a máxima de 36º. A descida será mais acentuada na terça-feira, com temperaturas entre os 17 e os 29º.

22h39 – Fala agora o Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, que diz que a prioridade tem sido e vai continuar a ser a salvaguarda da vida das pessoas. Mostra confiança nos operacionais. Lembra que as temperaturas dos últimos dias foram muito elevadas, tendo batido recordes e diz que o trabalho de prevenção que foi feito valeu a pena, dando a entender que se não fosse isso, teríamos, nesta altura, muitos outros incêndios de grande dimensão a ocorrer no país.

22h24 – Começa a conferência de imprensa, a partir da sede da Proteção Civil, em Lisboa, para fazer ponto da situação. Apela-se a que as população de Monchique e Alferce não entrem em pânico e acate as indicações das autoridades.

Vai-se tentar “aproveitar a inversão da condições térmicas”, uma vez que são esperados um aumento da humidade e uma ligeira diminuição da temperatura. Vão chegar a Monchique mais reforços e mais 8 máquinas de rasto. Admite-se que algumas casas de habitação tenham sido apanhadas pelo fogo.

Embora não se preveja que isso venha a ser preciso, há autocarros de prevenção para retirar pessoas de Monchique. Este responsável da Proteção Civil diz que a situação em Monchique é preocupante, mas que as pessoas e a vila estão defendidas.

22h22 – Neste momento há um total de 965 operacionais a combater as chamas no terreno, apoiados por 283 viaturas.

22h10 – Os Bombeiros de Portimão informam que, por solicitação do Serviço Municipal de Proteção Civil de Monchique, estão a aceitar no seu quartel águas, barritas e bebidas energéticas, para as fazer chegar ao quartel dos Bombeiros Voluntários de Monchique.

22h04 – O incêndio de Monchique teve desenvolvimentos muito negativos ao longo da tarde e início de noite e as chamas já se encontram a poucos metros da sede do concelho.

Em face disso, a GNR está a alertar as pessoas que se encontram no interior de Monchique, numa zona mais próxima do incêndio, para que abandonem as suas residências e se concentrem na escola, no centro da vila.

O calor e o cheiro intenso que se fazem sentir levam a que, inclusivamente, tenha havido pessoas que tenham partido em direção a Portimão.

Leia também:

Uma frente do incêndio foi dominada, outra continua a lavrar com intensidade

Turista resgatada após queda em molhe

12 ofertas de emprego para Câmara algarvia

(Visited 255 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.