Portimão acolhe campeonatos nacionais de xadrez

pub

Desde o passado dia 7 e até 15 de setembro, Portimão – Cidade Europeia do Desporto 2019 volta a ser a capital portuguesa do xadrez, com a realização dos Campeonatos Nacionais Absoluto, Feminino e de Amadores, provas que trouxeram ao TEMPO – Teatro Municipal de Portimão quase todos os melhores xadrezistas lusos da atualidade.

Até ao próximo domingo, dia 15 de setembro, encontram-se em disputa dez títulos nacionais individuais, um da categoria Absoluta, três da categoria Feminina, três da categoria de Amadores até 1600 pontos Elo e três da categoria de Amadores de 1601 até 1999 pontos Elo. 

Em ação nos diversos tabuleiros competem 40 jogadores, com destaque para os dez que incorporam a fase final do Campeonato Nacional Absoluto, a prova rainha desta segunda visita do xadrez nacional a Portimão neste ano.

O festival de xadrez começou no passado dia 7, com a realização dos Campeonatos Nacionais Femininos de partidas semirrápidas e rápidas. No dia seguinte iniciaram-se os Campeonatos Nacionais Absoluto e Feminino, estendendo-se o primeiro desses torneios até 15 de setembro (nove jornadas, no sistema de todos-contra-todos), enquanto a coroa feminina será disputada em cinco rondas, pelo sistema suíço, até ao dia 11.

Entre 11 e 14 de setembro será a vez dos xadrezistas dos Campeonatos Nacionais de Amadores medirem forças nas provas de ritmo clássico, a realizar em cinco rondas. No dia 15, o ritmo acelera para as semirrápidas e rápidas, com a luta por mais quatro títulos nacionais.

No que toca ao 74º Campeonato Nacional Absoluto, permite que o campeão se apure diretamente para um lugar cativo na seleção olímpica do próximo ano, reunindo um conjunto de jogadores com uma média Elo de 2342 pontos. Participam dois grandes mestres, três mestres internacionais, quatro mestres internacionais, três mestres FIDE e um mestre nacional, num misto de experiência e irreverência.

Destaque para o atual campeão nacional e recordista absoluto de títulos (16), o grande mestre António Fernandes, sem esquecer o grande mestre internacional Luís Galego (quatro títulos) e os mestres internacionais Rui Dâmaso (seis títulos), Paulo Dias (dois títulos) e Sérgio Rocha e André Ventura Sousa (um título cada). 

Quanto aos três campeonatos femininos a decidir no TEMPO, de partidas semirrápidas, rápidas e clássicas, contam com uma interessante lista de inscritas, na qual constam jogadoras muito jovens como, por exemplo, Filipa Pipiras, jogadora de 13 anos que vem de um excelente 14.º lugar no Campeonato da Europa de Sub-14. Tem a forte concorrência das “olímpicas” Rita Jorge, Mariana Silva, Ana Inês Silva e Sara Monteiro, que procuram estar nas Olimpíadas de 2020. 

Em termos de amadores, concorrem jogadores com menos de 1999 pontos Elo e xadrezistas com menos de 1600 pontos Elo, muitos deles jovens em ascensão e cheios de potencial.

Esta é a segunda vez em 2019 que a Cidade Europeia do Desporto acolhe a família do xadrez, depois do sucesso que foram os Nacionais de Jovens e de Veteranos, os quais reuniram em abril passado três centenas de praticantes.

 

LEIA TAMBÉM:

Este empresário quer faturar 100 milhões de euros por ano

19 ofertas de emprego para Câmara algarvia

Veja onde vai estar a PSP com o radar


OS NOSSOS VÍDEOS

(Visited 100 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub