Câmara de Lagoa abre gabinete de apoio a empreendedores

pub
pub

A Câmara de Lagoa inaugurou, esta 2ª feira, um espaço que acolhe o Gabinete de Reabilitação Urbana e Mobilidade (GRUM) e o Gabinete de Apoio ao Empreendedor (GAE).

Situados na rua Mouzinho de Albuquerque, bem no centro da cidade de Lagoa, aqueles gabinetes têm como função dispensar toda a informação necessária sobre os apoios a que os investidor podem aceder, bem como o processo legal e burocrático que têm de seguir.

O espaço conta com técnicos camarários que fazem um primeiro aconselhamento e dão aos utentes o encaminhamento que se justifique. Numa segunda fase, se houver necessidade, há a hipótese de ser marcada uma reunião, numa sala mais reservada, para eventuais esclarecimentos mais aprofundados ou técnicos.

Esta, referiu, na ocasião, o presidente da Câmara, Luís Encarnação, é uma forma da autarquia “apoiar aqueles que querem investir no concelho”.

A abertura do Gabinete de Reabilitação Urbana e Mobilidade (GRUM) é a concretização de uma promessa feita de que seria uma realidade após a aprovação das Áreas de Reabilitação Urbana (ARU) do concelho, que abrem a possibilidade de atribuição de alguns benefícios a quem quer fazer obras em imóveis nelas situados.

Esses apoios não são, muitas vezes, aproveitados, por desconhecimento por parte dos potenciais beneficiários, um cenário que, desta forma, se pretende alterar.

Lagoa também vai ter incubadora de empresas

Tal como na generalidade dos concelhos do país, sobretudo nos principais centros urbanos tradicionais, também em Lagoa existem muitos imóveis degradados que, aproveitando-se estes benefícios, é possível recuperar ou reabilitar.

O autarca lembrou que um dos problemas com que a região mais se confronta é “a falta de mão de obra”, uma vez que a taxa de desemprego tem vindo a diminuir, encontrando-se, atualmente, em níveis muito baixos.

Uma alternativa para colmatar este problema seria atrair pessoas de outras zonas do país ou até do estrangeiro, mas isso também se torna quase impossível por ser “difícil encontrar casas para arrendar”. Os benefícios que são dados aos proprietários de imóveis situados em ARU’s podem, de alguma forma, contribuir para esbater este problema e, ao mesmo tempo, dar nova vida a esses núcleos urbanos.

O  Gabinete de Apoio ao Empreendedor, como o próprio nome indica, tem como missão auxiliar os investidores que queiram levar os seus negócios para o concelho de Lagoa ou expandir os que já aí têm.

No futuro, Luís Encarnação pretende dar mais “um sinal” de que a autarquia que lidera está empenhada em apoiar os investidores através da criação de uma incubadora de empresas. Aí, por um custo bastante baixo, os empreendedores podem testar as suas ideias de negócio e dar os próximos passos no mercado.

 

LEIA TAMBÉM:

Empresas rejeitam obras de milhões de euros

Loulé ‘ataca’ o mercado francês

Veja onde vai estar a PSP com o radar


OS NOSSOS VÍDEOS

(Visited 246 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub
pub