Os Íris estiveram no Choque Frontal ao Vivo, é verdade!

Choque_Frontal_Julio_RicardoM(Texto: Júlio Ferreira / Foto: Vera Lisa Photography)

Já tenho o braço roxo de tanto beliscão que dei para ver se não estava a sonhar. Voltar a ouvir aquelas canções, com a distância segura do passar do tempo, soube-me bem. Que programa, que talento, que alegria voltar a abraçar o Domingos Caetano, como se só tivessem passado 2 ou 3 semanas, desde a última vez que nos encontrámos.

A sala encheu para mergulhar no planeta Rock (com sotaque algarvio) e foi emocionante esse cruzamento de memórias, entre os convidados a assistir e nós todos, que, de alguma forma, fomos tocados por este marco na história da música e arriscaria a dizer de uma região.

Já vi e revi não sei quantas vezes os vídeos, e recordei a primeira vez que os vi na Casa Inglesa.

O percurso dos elementos desse supergrupo da altura, foi naturalmente diferente, muita vida já aconteceu entretanto. Mas a essência continua lá e bem preservada no tempo, pelo Marinho Pires no baixo, Alexandre Ponte na guitarra, Carlos Guerreiro nas teclas e Gustavo Gonçalves na bateria, sob a batuta e sabedoria do líder e professor Domingos Caetano, que inovou a acrescentou beleza e acima de tudo as duas grandes vozes de Inês Cruz e Cláudia Cabrita, duas backing vocals marcantes, afinadíssimas e competentes.

Uma banda que atinge quase 40 anos, e que dá origem a não sei quantos sucessos, e que se mantém naquele patamar único das coisas que já foram muito importantes para as pessoas e que ainda o são, habita no tempo presente, como se não tivesse passado algum.

Isso foi visível naquela noite no Pequeno Auditório do TEMPO.

Aquela noite, teve tudo o que o Domingos é: génio e metódico. Um miúdo de 62 anos, e ao mesmo tempo, um senhor. Aqueles olhos a brilhar, tão contente, tão bom de ver, de sentir, tão especial estar ali, ao seu lado e ver aquele publico todo a cantar e a vibrar.

O que aconteceu naquele Choque Frontal ao Vivo foi, por isso, especialmente emocionante.

Obrigado por tudo Domingos e Íris.

Obrigado David Fernandes por teres proporcionado este reencontro, passadas que foram 2, 3 semanas…

Júlio Ferreira

Leia também:

Daniel Kemish no Choque Frontal ao Vivo

Jorge Serafim e Brasa Doirada no Choque Frontal ao Vivo

O humor do Môce Dum Cabréste no Choque Frontal ao Vivo

(Visited 266 times, 1 visits today)
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub
pub
pub

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.