Vai ser mais barato estacionar em Portimão

A Câmara de Portimão acaba de concluir o negócio de resgate da gestão dos lugares de estacionamento à superfície que estavam concessionados à empresa EMPARK. A presidente da autarquia, Isilda Gomes, diz que se vai isentar o pagamento de uma parte desses lugares e baixar o valor dos que continuem a ser tarifados.

Leia todas as mini entrevistas aqui

A Câmara resgatou de volta uma parte dos lugares de estacionamento que estavam concessionados a privados. Quantos lugares são e o que é que vai mudar?

São 400 lugares. Alguns deles vão deixar de ser tarifados e vai ser mais barato estacionar nos outros e ao longo de menos horas. O que queremos é facilitar a ida dos nossos cidadãos ao centro da cidade e potenciar a vivência no centro comercial a céu aberto que aí temos.

Quando esta questão foi debatida na Assembleia Municipal disse que pretendia passar o valor horário a pagar dos atuais 80 para 60 cêntimos. É isso que vai acontecer?

É isso que consta no regulamento que estamos a elaborar, o qual, para entrar em vigor, ainda terá que ser aprovado pelo executivo camarário e pelos deputados municipais e passar por uma fase de consulta pública.

Quando é que prevê que esse regulamento possam entrar em vigor?

Queremos que seja o mais rapidamente possível, após ultrapassar esses procedimentos.

Quanto é que custou o resgate destes 400 lugares? Foram os 850 mil euros que estavam previstos?

Exatamente, foram 850 mil euros. A responsabilidade pela gestão destes lugares passará a ser da empresa municipal EMARP que, ao longo do período em que duraria a concessão (10 anos), vai ressarcir a Câmara dessa verba.

Há outra empresa que tem a gestão de centenas de lugares de estacionamento em Portimão. Também está a negociar com ela ou vai esperar pelo fim da concessão?

Está a ser um pouco difícil a negociação com essa empresa. Obviamente, temos as contas feitas, sabemos quanto vale a concessão e, se tivermos de obter esses lugares de forma coerciva, será isso que faremos.

 

LEIA TAMBÉM:

“Assumimos a saúde como primeira prioridade”

Cristóvão Norte não se mete na guerra interna do PSD: “Eles que tratem lá dessas coisas”

Proposta de abolição das portagens será a primeira iniciativa do deputado do Bloco de Esquerda

 

(Visited 656 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev