Câmara de Albufeira alvo de buscas

pub
pub
pub
pub

A Polícia Judiciária (PJ) anuncia ter hoje levado a cabo diversas buscas domiciliárias e não domiciliárias na Câmara de Albufeira, em duas sociedades em Lisboa e Leiria e no escritório de um advogado.

Em comunicado, a PJ informa que estas buscas feitas no âmbito da investigação «Empório», que é tutelada pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Évora.

As diligências foram presididas por um Juiz de Instrução Criminal e três Procuradores da República, participando 40 investigadores e peritos da PJ.

Em causa, adianta a Judiciária, “estão suspeitas de crimes de corrupção passiva e ativa, participação económica em negócio, fraude fiscal, prevaricação e abuso de poder”.

No documento pode ainda ler-se que “foram constituídos cinco arguidos, prosseguindo a investigação para determinação de todas as condutas criminosas, benefícios ilícitos, respetivos agentes e outros comparticipantes”.

Denúncia anónima na base das investigações

Em comunicado, a Câmara de Albufeira também confirma a realização das buscas.

A autarquia adianta que essa iniciativa teve como base “uma denúncia anónima contra eleitos e funcionários do Município de Albufeira”.

No decorrer das diligências “foram solicitados diversos documentos relativos à atividade da autarquia bem como comunicações eletrónicas – elementos que foram prontamente cedidos pelos serviços”, pode ler-se no do documento.

A concluir, a edilidade “declara a total disponibilidade para colaborar sempre com as Autoridades e reitera a sua confiança em todos os elementos que compõem o Executivo Municipal, Gabinete de Apoio e Serviços Camarários”.


LEIA TAMBÉM:

As cabines públicas de Portimão que salvam vidas

A polémica demissão do comandante dos Bombeiros de Lagos

Homem morre em despiste

(Visited 265 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub
pub