Homem detido por insolvência fraudulenta

pub
pub
pub
pub

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem que é suspeito de ter cometido crimes de insolvência dolosa e falsificação de documentos.

Em comunicado, a PJ revela que o homem em causa era sócio gerente de uma sociedade, proprietária de vários estabelecimentos comerciais do ramo têxtil, calçado, eletrodomésticos e móveis, com lojas em Faro, Lisboa, Portimão e Olhão.

A empresa viu ser decretada a sua insolvência em 2013 “por apresentar dívidas que não conseguia liquidar no valor aproximado de 6 milhões de euros, essencialmente a instituições bancárias, ao Estado, mas também a fornecedores e funcionários”.

Posteriormente, o homem “fez desaparecer parte do seu património lesando os credores e procedeu, igualmente, à alteração do seu nome e identidade para se eximir às suas responsabilidades penais e civis”.

O detido de 60 anos de idade, estrangeiro e atualmente sem qualquer atividade profissional, foi presente a interrogatório Judicial, tendo-lhe sido aplicadas as medidas de coação de obrigatoriedade de entrega do passaporte e apresentação trissemanal ao órgão de polícia criminal da sua área de residência.

LEIA TAMBÉM:

Covid-19: Ponto de situação (1 de agosto)

Covid-19: Evolução no Algarve em julho

43 ofertas de emprego

(Visited 567 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev