Câmara de Loulé investe 1,3 milhões de euros na compra de terreno

A Assembleia Municipal de Loulé aprovou, por unanimidade, a aquisição, por parte da Câmara, de um terreno com uma área de 1,5 ha, que vai juntar-se ao que está ao lado, e que é já propriedade municipal, onde decorre semanalmente o mercado da fruta, em pleno centro de Quarteira, a sul da Av. Francisco Sá Carneiro.

A autarquia louletana adianta, em comunicado, que o objetivo é criar uma zona de descompressão, densamente arborizada, com estacionamento subterrâneo, impedindo, assim, o avanço de mais construção numa área bastante atrativa para os apetites imobiliários.

O parque de estacionamento será “uma resposta importante para a crescente procura, seja devido ao elevado número de turistas que visitam a cidade, seja pelo aumento dos negócios ligados ao comércio e serviços, naquela área da cidade”, refere a autarquia.

Durante a sessão ordinária da Assembleia, o presidente da Câmara, Vítor Aleixo, regozijou-se com esta iniciativa: “Este momento tem um enorme significado. Foi uma bandeira política à qual nos dedicámos durante mais de duas décadas. Desde 1998, na altura exercendo funções autárquicas no executivo municipal, que nos apercebemos que aquele terreno seria estratégico e muito importante, uma oportunidade única para descomprimir a carga urbanística elevadíssima que, já naquela altura, contribuiu para gerar uma imagem negativa da cidade”.

Vários anos passaram, com a realização de planos de pormenor e suspensão dos mesmos e projetos de diversos equipamentos que, entretanto, foram relocalizados para outros espaços (mercado ou centro cultural), mas finalmente o Município irá “devolver aquele espaço aos quarteirenses com qualidade, verde, artificialização mínima e com um parque de estacionamento”.

Com esta opção irá a Câmara de Loulé “contribuir para tornar a cidade mais sustentável, capaz de acolher e proteger a biodiversidade, ao privilegiar a qualidade ambiental com a criação de um grande pulmão verde”, que permitirá diminuir as emissões de CO2, criando assim um ambiente mais saudável para as pessoas”.

Recorde-se que, em 2019, a autarquia já tinha estabelecido medidas preventivas para esta área, no âmbito da revisão do PDM, para garantir a sua descompressão, “uma das últimas oportunidades para requalificar e reequilibrar Quarteira”.

Esta aquisição de terrenos constitui um investimento que ascende a 1,3 milhões de euros.

Leia também: Despiste aparatoso em Portimão

……………….
VÍDEO EM DESTAQUE

Despiste aparatoso em Portimão

Assista aqui a todos os nossos vídeos

LEIA TAMBÉM:

Foi assim o arranque do Natal em Portimão (com VÍDEO)

Viaduto vai eliminar passagem de nível de Portimão (com VÍDEO)

Viatura cai ao rio

(Visited 37 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev