O mistério das obras que não avançam

Veja aqui todas as fotos do dia

Até há poucos anos, a maior parte das câmaras municipais estava de tanga e, por essa razão, poucas obras eram lançadas.

Agora, a maioria está a abarrotar de dinheiro, mas muitas empreitadas há longo tempo anunciadas continuam sem ver a luz do dia.

Uma das justificações para isso é a falta de capacidade ou de interesse das empresas de construção civil, que deixam desertos muitos concursos públicos lançados pelas autarquias. Os anos da crise levaram a que muitas desaparecessem e as que ficaram não têm, agora, mãos a medir, pelo que podem dar-se ao luxo de só aceitar as empreitadas muito lucrativas.

Às tantas, os presidentes de Câmara algarvios vão ter é de criar uma empresa multimunicipal de construção que lhes resolva o problema.

De outra forma, ainda correm o risco de ficar com os cofres cheios, mas não terem obras para mostrar antes das próximas autárquicas.

(J.E.)

LEIA TAMBÉM:

“O nosso objetivo é, no prazo de 2 ou 3 anos, estarmos a faturar 100 milhões de euros”

“Estou disponível para ser candidato nas próximas autárquicas”

EN 125 a Património da Humanidade


OS NOSSOS VÍDEOS

(Visited 322 times, 1 visits today)
pub
pub
pub
ViladoBispo_Banner_Fev