Grutas e faixas de risco das zonas balneares inspecionadas

A Autoridade Marítima Nacional, em articulação com a Agência Portuguesa do Ambiente e com os Serviços Municipais de Proteção Civil de Lagoa e de Silves, efetuaram ontem a avaliação anual de situações de risco no litoral algarvio, nomeadamente as grutas e faixas de risco das zonas balneares na área de jurisdição da Capitania do Porto de Portimão.

Esta ação de avaliação e monitorização das zonas de risco, realizada anualmente após o inverno, período onde se verifica precipitação intensa ou elevada agitação marítima, tem como objetivo fazer o levantamento do estado das grutas e arribas da costa, por forma a identificar eventuais fendas ou anomalias que possam colocar em causa a segurança das pessoas e embarcações que usufruem daqueles espaços.

Nesta ação estiveram empenhados três elementos da Agência Portuguesa do Ambiente, dois elementos do Serviço Municipal de Proteção Civil de Lagoa, um elemento do Serviço Municipal de Proteção Civil de Silves e dois elementos da Capitania do Porto de Portimão, apoiados por uma embarcação.

LEIA TAMBÉM:

Comédia do Boa Esperança vai ‘virar’ filme

Os eventos que pode ver em Lagos

Presidente da Câmara de Lagoa reivindica mais uma Unidade de Saúde Familiar para o concelho

(Visited 100 times, 1 visits today)
pub
ViladoBispo_Banner_Fev
pub